Por que estamos no Ano Internacional do Vidro?

A ONU declarou 2022 como o Ano Internacional do Vidro. Mas será que esse material, que na maioria das vezes nem é notado, merece esse reconhecimento?

Autor: Elmo Pires

A Assembleia Geral da Organização das Nações Unidas (ONU) decidiu declarar 2022 como o Ano Internacional do Vidro. O objetivo foi o de reconhecer a importância desse material para os diversos setores da humanidade, tais como o aeroespacial, a indústria automobilística, o mercado de cuidados com a saúde, a arquitetura, o setor moveleiro e outros.

“O vidro tem acompanhado a humanidade durante séculos, enriquecendo a qualidade de vida de milhões de pessoas como um dos materiais mais importantes, versáteis e transformadores da história”, reconhecem os participantes da equipe responsável por destacar mundialmente esse material.

Iniciativa em 2018

A iniciativa teve início em 2018 e contou com o apoio de mais de 1500 entidades de 79 países. Dentre elas destacam-se centros de pesquisas, universidades, museus, sociedades científicas, fabricantes de diversas áreas e diversas entidades representantes do vidro em todo o mundo, sendo que, pelo Brasil, a representante oficial foi a Associação das Indústrias Automáticas de Vidro (Abividro). A resolução formal foi acordada na Assembleia Geral das Nações Unidas em 18 de maio de 2021 e a cerimônia de abertura do Ano Internacional do Vidro foi realizada na cidade de Genebra (Suíça) neste mês de ferereiro.

O que vem por aí

A partir desse ¨pontapé inicial” inicia-se a difusão e coordenação de milhares de atividades em todo o planeta: congressos e seminários, feiras industriais e escolas de vidro coexistirão com exposições artísticas, livros, mídias sociais, revistas científicas, técnicas e de interesse geral. O planejamento de eventos contará com contribuições de base e uma rede de voluntários; delegação será indispensável. As organizações nacionais se concentrarão na publicidade, compartilhando as melhores práticas e proporcionando um ambiente de apoio. Um Comitê Diretivo, baseado em representantes que possam coordenar efetivamente com as instituições nacionais, promoverá as melhores ideias e multiplicará seu impacto.

Por que o vidro?

O vidro suporta muitas tecnologias vitais, facilita a sustentabilidade e um mundo verde e enriquece nossas vidas, mas muitas vezes passa despercebido. Para convencer uma entidade tão importante como a ONU a dar seu apoio a um material, em detrimento de vários outros, a equipe de influenciadores que participaram de várias reuniões técnicas e apontaram as seguintes qualidades do vidro:

Material 100% reciclável Trata-se de um material que pode ser totalmente reciclado, gerando economia de recursos para o planeta.

Material que dura décadas Materiais que ficam obsoletos ou desgatados em menos de uma década são nocivos ao planeta e geram poluição ambiental.

Material que não exige reposições constantes Além de durar décadas, o vidro se conserva “como novo” por um longo período. E, após este, simples manutenções como lavagens ou polimentos podem restaurar seu aspecto inicial.

Material que protege outros materiais O vidro é produzido a partir da areia e de outros materiais que existem abundantemente na natureza. Portanto, sua produção é limpa e sustentável.

Material que protege outros materiais Devidamente utilizados e dimensionados, os vidros podem proteger superfícies de madeira e providenciar proteção adequada a outros materiais.

Material que promove economia de eletricidade Vidros especiais de proteção solar são capazes de proporcionar conforto com iluminação natural aos ambientes internos, o que resulta em economia de eletricidade, tanto a necessária para iluminar quanto à energia necessária para climatizar os ambientes.

Material que promove bem estar às pessoas Bem dimensionados, vidros são capazes de barrar frio, calor e excesso de ruídos externos, promovendo bem-estar e contribuindo para a saúde das pessoas.

Material democrático e de fácil acesso O vidro existe em todo o mundo, produzido por tecnologia moderna capaz de fabricar milhares de toneladas por dia. E a rede do vidro é formado por empresas transformadoras, como a Termari Vidros, que recebe o material em grandes chapas e, a partir delas, transforma esse material de base em vidros adequados a cada aplicação, tais como os vidros temperados, vidros laminados, vidros laminados de temperados, vidros pintados, vidros serigrafados e diversos outros.

Leia também: Você conhece a história do Vidro Laminado?

Sobre a Termari Vidros Completando 25 anos neste ano de 2021 a Termari é tida como referência na produção de vidros laminados no Espírito Santo. Além disso, produz vidros temperados de qualidade reconhecida, além de oferecer mais de uma dezena de tipos diferentes de vidros, incluindo:

  • Vidros de proteção solar (refletivos ou neutros);
  • Vidros temperados de laminados;
  • Vidros pintados;
  • Vidros craquelados;
  • Vidros multilaminados;
  • Espelhos.

A filosofia de trabalho da Termari está firmada em três objetivos:

  • Compromisso de entrega;
  • Produtos para projetos de todos os tamanhos;
  • Trabalho continuo de consultoria junto seus clientes.

Desses, o último item é considerado o mais importante, estimulando, pelo reconhecimento e contato permanente com seus vários públicos, que a empresa trabalhasse sempre com variedade, incluindo o que há de mais moderno nesse ramo.

Para mais informações, entre em contato pelo nosso formulário de contato

 

 

 

Share on facebook
Facebook
Share on whatsapp
WhatsApp
Share on linkedin
LinkedIn
Share on email
Email
Termari

Termari